TeatroDesassossego no INTERART II

10 de outubro de 2016by Joel Leitte0

Na noite da segunda-feira (10), às 19h30, aconteceu a abertura do “Interart II”, no auditório do Setor de Educação Profissional e Tecnológica da UFPR (Sept). A palestra de abertura, sobre a “Trajetória Histórica, Cultural e Política do Festival de Inverno da UFPR em Antonina”, foi ministrada pela pró-reitora de Extensão e Cultura da UFPR, professora Deise Picanço; pela produtora cultural Patrícia Salles, com a mediação da professora Cristiane Wosniak.

O “Interarte II” é uma promoção de quatro universidades de Curitiba: a UFPR;  Universidade Estadual do Paraná (Unespar) – campus Curitiba I; a Escola de Música e Belas Artes do Paraná (Embap); a Faculdade de Arte do Paraná (FAP); a UTFPR e a PUC/PR. A realização está prevista para o período de 10 a 15 de outubro. Durante esses dias será trabalhado o tema central do evento: “Partilha e Resistência: diálogos entre política, educação e arte”.

Nos acostumamos a vida que vai e vem sem nem notarmos, das horas que passam fugidas, da realidade que parece tão verdadeira, nem nos damos conta de que estamos vivos. E então acontece, desassossego. Esse é um mísero momento de consciência. É aquele clarão de entendimento que fulgura e se esvai do mesmo jeito que veio, efêmero. Porém é quando tudo se faz, você pode sentir por um milésimo de segundo que seja que está realmente vivo, que a vida pulsa em cada parte do seu ser e isso é tão imenso que transborda tudo que parece real. Desassossego é um grito de consciência existencial.

fotos: Luciano Silveira

Nascido de fragmentos poéticos de autores diversos, efêmera traz Desassossego à tona. Nossos personagens buscam sua singularidade, afetada pela visão deturpada e preconceituosa que a sociedade tem deles. Tentam se identificar como humanos, indivíduos sociais, no todo que tanto os rejeita. Nossos três personagens não tem nome, nem endereço, apenas acontecem nesse turbilhão de sensações que é a vida, enquanto atravessam tristezas e violências que sofrem por conta de toda rejeição social. Buscam encontrar seu desassossego, buscam estar vivos. Buscam, sendo Mulher, Homem ou Poesia, fazer parte do todo, singularmente.
Ficha Técnica: Direção e Dramaturgia de Ingrid Leandro | Design Cênico de Jefherson Luiz Maiczak | Arte Gráfica de Barbara do Nascimento | Com Ingrid Leandro, Jhon Booz e Joel Leitte

Avaliação de Usuários

REPLY
Cancel

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Avaliação de Usuários

REPLY
Cancel
error: Este conteúdo é protegido!